novo

   (11) 2081-0384  /  (11) 2081-0385  /  (11) 2081-0386  /  (11) 2601-2767
Skype Me™!mundo.mystiko.01    Skype Me™!mundo.mystiko.02    Skype Me™!mundo.mystiko.03

Pagina Inicial   |    Como Fazer a Consulta   |    Nossos Produtos   |    Confirmação de Pagamento   |    Fale Conosco   |    Mapa  Site

    mm

(11) 2081-0384

Skype Me™! Skype Me™! Skype Me™!

  Acupuntura
  Alquimia
  Amuletos
  Anjos
  Aromaterapia
  Astrologia
  Aura
  Banho de Ervas
  Baralho Cigano
  Blog
  Budismo
  Candomblé
  Cartomancia
  Chakras
 Compatibilidade Signos
  Cores das Velas
  Cristais
  Cristianismo
  Cromoterapia
  Dia do Nascimento
  Downloads
  E-mail Gratuito
  Esoterismo
  Espiritismo
  Espiritualismo
  Fitoterapia
  Fadas
  Feng Shui
  Florais
  Gnose
  Grafologia
  Hermetismo
  Hinduísmo
  Hipnose
  Horóscopo
  Horóscopo Chinês
  I Ching
  Iniciais dos Nomes
  Iridologia
  Islamismo
  Judaísmo
  Kabalah
  Kardecismo
  Maçonaria
  Magia
  Mandala
  Mantras
  Massoterapia
  Meditação
  Mensagens
  Misticismo
  Músicas
  Neurolinguistica
  Numerologia
  Ocultismo
  Orixás
  Parapsicologia
  Promoções
  Quimbanda
  Quiromancia
  Quiropraxia
  Reflexologia
  Regressão
  Reiki
  Rosacruz
  Runas
  Santos do Dia
  Shiatsu
  Simpatias
  Trabalhe Conosco
  Taoismo
  Tarot
  Teosofia
  Testes
   Umbanda
  Vidas Passadas
  Wicca
  Xamanismo
  Yoga
  Zoroastrismo

Magia

...   

...   

O mundo das Magias sempre interessou ao homem, desde a antiguidade, pois que este sempre buscou interações com espíritos benéficos e maléficos, com intenções evidentes de dominá-los e torná-los inofensivos a si, porém estupidamente dispostos a ataques e defesas em favor daqueles que os conquistaram, através de práticas secretas e cabalísticas.

 

Magia é a manipulação de energias, é o ato de evocar poderes e mistérios divinos e colocá-los em ação, beneficiando-nos ou aos nossos semelhantes. A  magia está no ato de colocarmos amor em tudo que fazemos.

 

O objetivo de toda magia é a perfeição do ser. Embora isto possa não ser obtido em uma vida, é perfeitamente possível que melhoremos a nós mesmos. Este ato singular já faz com que a Terra se torne muito mais saudável.

 

Quando alguém põem em prática qualquer magia , deve ter em mente os mais elevados aspectos de seus trabalhos, fazendo isso ela estará melhorando o mundo e ajudando a curá-lo das terríveis mazelas que sofreu por nossas mãos.

 

É isso que torna o praticante da magia verdadeiramente divino.

 

Ainda assim, magia tem muitos significados. Ela nada tem a ver com poderes incríveis, a definição que está mais próxima do real é a que define como a arte de causar alterações na consciência.

 

O principal objetivo do Mago é atingir o autoconhecimento e aperfeiçoamento, desviando-se da mente consciente, condicionada pelos padrões convencionais e tocar o subconsciente, que não reage a palavras. Sendo um poderoso agente, pode causar alterações e agir como o gênio da lâmpada, atraindo para o mago as coisas que deseja, porém, se abusar, pode acarretar um retorno negativo.

 

Encontramos uma grande diferença entre magia e feitiçaria.

 

A magia para ser exercida e compreendida em toda a sua extensão exige sabedoria e aprimoramento do homem.

 

A feitiçaria, apesar de seus segredos, não exige muita ciência, pesquisa, estudo e desenvolvimento espiritual ou psíquico. É ensinada de pessoa a pessoa, sem qualquer preocupação ritualística, de acordo com a necessidade do momento. Muitas vezes a fé funciona mais que o "trabalho", propriamente dito. Todos nós somos dotados de poderes mágicos, podendo ser desenvolvidos para o bem ou para o mal. Isto dependerá de cada indivíduo, pois o mal existe para que possamos identificar o bem ou aprendermos a distinguir entre as duas coisas. Toda a nossa força e dote mágico é retirado principalmente da força de nosso pensamento. O desenvolvimento desta força está ligado ao nosso merecimento e de acordo com a nossa evolução.

 

A Magia ainda hoje, apesar de tantas correntes, distingui-se por dois métodos:

 

Magia Branca ou Teurgica, que trata da vida espiritual do homem, das entidades celestiais e suas influências no mundo da materialidade, também sobre o próprio ser humano em sua pisquê, bem como a maneira de contatá-las, sempre por motivos e sentimentos elevados. Os que estudam ou vivem a Magia Branca, são denominados de Magos.

 

Magia Negra ou Goécia, em princípio seria toda prática de ações opostas à Teurgia; alguns autores denominam seus praticantes de Feiticeiros ou Bruxos

 

 

MAGIA BRANCA

 

A Magia Branca, na opinião de muitos estudiosos, tem duas formas distintas de práticas, a saber:

 

Direta: o atendimento às necessidades, próprias ou de terceiros, levando-se em conta a índole do espírito solicitado, e que o indivíduo esteja em condições (merecimentos por exemplo) de receber aquela Magia;

 

Indireta: quando determinados espíritos luz são solicitados, isto é, recebem ordens para ações específicas de benefícios ou defensivas, em favor do solicitante ou para quem este almeje serviços.

 

 

Todas rezas, orações, pedidos e promessas a santos protetores, em interesse próprio ou a favor de terceiros, são práticas mágicas e delas se esperam sempre resultados favoráveis e rápidos. É uma Magia Simpática, onde existe o predomínio do amor, das regras de moral e espírito de fraternidade.

 

Na antiguidade, Magia confundia-se com Religião, e realmente esta nasceu das práticas mágicas, das evocações, invocações e esconjuros aos espíritos da natureza; a Magia estava presente quando dos cultos totêmicos, acompanhou o animismo, e sem dúvidas foi o grande alicerce para as primeiras grandes religiões, eivadas daquelas praticas mágicas, destinadas ao agrado dos deuses.

 

A Magia é tida como a mãe de todas as Ciências, pois dela nasceram a Alquimia, as Ciências Médicas, a Astrologia e todos conhecimentos que se acham à disposição do ser humano. Ninguém ignora que da Alquimia surgiram a Farmácia, a Química, a Botânica, a Medicina com seu empirismo inicial e posterior evolução, etc; da astrologia ergueu-se a Astronomia, e assim por diante.

 

Para conquistas do saber teúrgico, deve o postulante dedicar-se aos estudos das divindades (teogonias), ou seja, saber delas e como invocá-las, com uma série de rituais e indumentárias, que vão desde a higiene pessoal, abstinência (alimento, sexo e bebida), orações e súplicas, às vestimentas de conformidade com a entidade pretendida ou em razão do culto estabelecido (de jubileu, ação de graça, luto, gala, etc).

 

A Magia não admite ausência de fé em suas práticas e feitos, seus rituais são severos, para que se possa conquistar as virtudes mágicas cósmicas, sem as quais é pura perda de tempo do postulante.

 

Para cada exercício teúrgico existe um preceito correspondente, e este, embora com variantes de um culto para outro, é sempre fator preponderante para resultados positivos.

 

O bom Mago tem o Universo como o seu deus, na compreensão de que ele, como ser humano, não existe apenas pela ancestralidade, pois que sem a Terra, Sol, Via Láctea, enfim todo o Cosmos,  jamais existiria; o Mago se interage com todas as forças da natureza e a respeita.

 

O Universo é a Energia Vitalidade – Princípio Ativo Gerador – e a Consciência Cósmica é a Energia Mãe, que procria Energias Filhas e Filhos, que são todos elementos da natureza e necessários à vida, seja ela animada ou inanimada, e o Mago que sabe disto é sempre capaz de poderosas realizações.

 

De tradição inicialmente oral, depois na forma escrita, desde a antiguidade a Magia reveste-se de um secretismo somente dado a conhecer aos seus Iniciados. O homem revestido de poderes mágicos, sem dúvidas é capaz de prodigiosas operações.

 

Existem Escolas e mais Escolas Iniciáticas, algumas místicas, outras essencialmente Esotéricas (fechadas) cujos conhecimentos são repassados apenas aos seu filiados e, ainda assim, numa elaborada – às vezes complexa – escala de graus, onde o Iniciado evolui conforme o saber, tempo e fidelidade às regras.

 

Também são conhecidas as tais Escolas Esotéricas, inicialmente abertas ao público, onde o indivíduo encontra todas as condições de aprendizado e evolução, cada vez mais crescentes, até ingressar junto ao restrito círculo dos Iniciados, onde a partir de então, o esoterismo torna-se fundamental.

 

Outros tipos de Escolas são comumente citadas, como certas Ordens Místicas, Sociedades Fraternas, Seitas Secretas, Movimentos Gnósticos e Irmandade Cósmica Universal, entre tantas existentes, que torna-se quase impossível que algum pretendente ao Mundo das Magias, não venha encontrar de pronto uma Ordem que lhe satisfaça necessidades, pois que o difícil é escolher.

 

O pretendente pode todavia desenvolver seus talentos sem filiar-se a algum grupo, algo um tanto difícil, cansativo, às vezes oneroso, mas plenamente possível; uma pessoa religiosa, de firmes convicções, dificilmente não pertence a alguma seita qualquer, todavia existem aqueles que desenvolvem suas crenças sozinhos, embora falta-lhes o convívio com outros iguais, assim como as trocas de experiências.

 

Para o candidato particular à Magia, é preciso desenvolvimento adequado de certas práticas projeciológicas, para que possa penetrar no Universo da Consciência Cósmica, onde adquirirá conhecimentos necessários à sua formação; também é extremamente necessário a aquisição ou o despertar das faculdades paranormais, por exemplo a Criptestesia, ou seja, o conhecimento extrasensorial daquilo que não se acha sensível aos sentidos comuns ou de seus duplos, e de outros fenômenos que se enquadram ou são estudados pela Parapsicologia; as demais coisas certamente virão por si.

 

 

MAGIA NEGRA

 

A Goétia Ou Goêcia – Magia Negra, sempre despertou encantos sobre o homem, seja pela sua eficiência, rapidez e aparente facilidade para atingir propósitos. Ela é o lado mal, numa visão simplista, que todos nós temos e, por temermos tanto soltar de maneira direta contra nossos oponentes, preferimos escudar-nos no manto diáfano de uma entidade qualquer.

 

Na verdade, a ação dessa entidade poderosa, nada mais é que a própria projeção do mal que existe em nós, onde a força expressa do desejo, o ódio sentido do momento, sem dúvidas a Magia Negra pode causar danos irreparáveis na pessoa que pretendemos atingir.

 

A Magia Negra nos dá a sensação do poder que às vezes a sociedade insiste em negar-nos. É opinião dos Magistas, que a Magia Negra é apenas Magia, pois que fundamentalmente não existem a Negra e Branca, sendo tudo uma simples designação de circunstâncias; o que é bom para um pode não ser, necessariamente, tão bom para outro, pois quase sempre, quando pedimos algo em nosso favor, também quase sempre alguém sofre os prejuízos.

 

Nestes aspectos, todos os conceitos de bem e mal são bastante subjetivos, muito particular de indivíduo para indivíduo. Portanto não existe Magia Branca ou Negra, pois que tudo é Magia.

 

Mago é todo aquele que sabe das forças realizadoras e delas se valem para seus propósitos, enquanto o Feiticeiro igualmente sabendo do existir daquelas forças, no entanto deixa-se usar por elas, portanto assim duas classificações bastante distintas.

 

 Também, por outro lado, todo e qualquer Mago Branco tem que necessariamente conhecer a tal Magia Negra, pois que sem isso seus trabalhos perdem eficácias – igualmente vale a recíproca. É bom no entanto compreender que Magia não é Religião, e o que se vê por aí são certas misturanças infundadas, mas qualquer Religião tem o seu lado mágico, através de certas práticas reservadas aos Iniciados ou Sacerdotes.

 

Em tese, Magia é a Ciência e Arte de provocar Mudanças de acordo com a Vontade.

...   
 

 

 

Vamos... Aproveite, Faça *AGORA* sua consulta esotérica !!!

          (11)  2081-0384  /  2081-0385  /  2081-0386
x
          Atend. 01Skype Me™! Atend. 02Skype Me™!Atend.  03Skype Me™!

 

 

 

 

Mundo Mystiko® Com. e Serv. Ltda.

Todos os Direitos Reservados - Copyright © desde 2003